A acessibilidade é um direito de todos os cidadãos

A acessibilidade é um direito de todos os cidadãos.

Apesar disso, verifica-se que em muitas situações esta componente não é devidamente considerada nos diferentes projetos que condicionam a vida quotidiana, sendo facilmente esquecido o conjunto de pessoas com mobilidade condicionada que detêm os mesmos direitos que a restante população.

O universo das pessoas com mobilidade condicionada inclui uma parte significativa da população, uma vez que, para além das pessoas portadoras de uma deficiência, engloba também as pessoas que, no seu percurso de vida, se apresentam transitoriamente condicionadas, como sejam as grávidas, as crianças ou os idosos.

O município de Idanha-a-Nova enquadra-se numa região caracterizada por uma forte diminuição populacional e pelo envelhecimento demográfico significativo. Em 2011, residiam no concelho cerca de 9.700 habitantes, dos quais cerca de 44% tem 65 ou mais anos. Cerca de 7% da população era portadora de uma deficiência (dados dos Censos de 2001).

Neste contexto, a CM de Idanha-a-Nova decidiu elaborar o Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade (PMPA) o qual tem como objetivo a melhoria das condições de acessibilidade para todos no espaço concelhio.

O Plano Municipal de Promoção da Acessibilidade é um documento normativo e tem como objetivo orientar e garantir a qualidade de futuras intervenções a realizar.

Este plano foca-se nas 5 áreas temáticas:
  • Espaço Público
  • Edifícios e equipamentos
  • Transportes
  • Informação & Comunicação
  • Infoacessibilidades